Menu

Leitura

Blogs Amigos

Novas



Poema de natal
14Dez2007 22:30:00
Publicado por: Edi

P rocurem

O s homens da terra

E ntender finalmente, que o

M aior, entre tudo que é, não se fez

A mor em solo humilde,

D eitou seu filho

E m meio aos pobres

N uma entrega sem precedentes

A penas para que

T odos se abracem, hipócritas, e

A dorem, fariseus,

L  uzes festivas de fim de ano.


 



Partilhar:


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.